Eduardo Bolsonaro processa Instagram e Facebook por censura


“Não cabe ao Facebook/Instagram me censurar previamente em pleno 2019. Que tais atitudes fique no passado”, afirmou Eduardo.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) afirmou, nesta terça-feira (17), que vai processar Facebook e Instagram por censura.

O parlamentar acusa as redes sociais de terem tirado do ar uma publicação dele sobre reportagem da revista Época na qual o jornalista se passa por um cliente do coaching da esposa do deputado, Heloísa Bolsonaro.

O filho do presidente da República, Jair Bolsonaro, acusa as duas redes sociais de censura, afirmando que seu “direito constitucional à liberdade de expressão” foi cerceado.

“Com a liberdade vem a responsabilidade e eu respondo por tudo que publico nas minhas redes sociais. Não cabe ao Facebook/Instagram me censurar previamente em pleno 2019. Que tais atitudes fiquem no passado e que reafirmemos que vivemos numa democracia com liberdades plenas”, escreveu o deputado.

Junto com o texto, Eduardo publicou uma foto dele assinando uma procuração ao lado de seu advogado para dar início à ação judicial.

Eduardo Bolsonaro

✔@BolsonaroSP

Processarei facebook e instagram. Obrigado, Dr. Roberto Beijato Jr.