Palocci entrega “pagamentos indevidos” da AMBEV para Lula e Dilma


Em seu acordo de delação premiada, Antonio Palocci relatou “pagamentos indevidos” da Ambev para Lula, Dilma e a ele próprio. Segundo o despacho sigiloso de Edson Fachin, empresa estava interessada em impedir o aumento de imposto (PIS e COFINS) sobre as bebidas alcoólicas. É mais uma do PT. Com informação do Estadão