STF declara guerra aos procuradores, parlamentares, servidores da receita e internautas!


O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, se reúne com os presidentes dos Tribunais de Justiça de todo o país. A investigação aberta por Dias Toffoli mira procuradores da Lava Jato de Curitiba, parlamentares que defendem a CPI da Lava Toga, servidores da Receita que vasculharam o patrimônio de ministros e as redes digitais bolsonaristas. Todos esses casos serão analisados por suposta prática de ameaça, injúria, difamação, calúnia ou denunciação caluniosa, em inquérito a ser relatado por Alexandre de Moraes. A investigação já foi autuada no STF e tramitará sob segredo de Justiça. Compartilhe isso: